Ele é o Cara!

Quando se fala de cinema, é impossível não falar de um dos maiores atores que já apareceu:

 Johnny Deep!!

Johnny, além de ser lindo, inteligente, culto etc, etc, etc, também é um ótimo ator e que no auge de sua carreira, escolhe filmes cada vez melhores para estrelar. Na maioria das vezes são papéis diferentes, como Jack Sparrow de “Piratas do Caribe” ou o fofo Edward de “Edwards mãos de tesoura”.  Sou fã aficcionada dele, então não meço palavras para elogiar, mas como também sou cinéfila de carteirinha, sinto prazer em exaltar os filmes do meu ator preferido!

Como a minha proposta é voltada ao retrô, escolhi dois filmes do Johnny Deep que estão entre os meus preferidos e dentro da temática:

Cry baby

Antes de falar da sinopse do filme, preciso destacar: A trilha sonora, hiper-Mega Rockabilly. As músicas são super legais e dançantes, já que o filme segue a linha “Comédia Musical”. E também o figurino. Todo ambientado na década cinquentinha, as personagens estão sempre com aquele batom vermelho e o rímel que tanto amamos, fora os rabos-de-cavalo e as franjinhas, super pin-ups. E os vestido então? Vários modelitos fofos. Os rapazes também seguem a linha “Rebelde sem causa”, com calça jeans, camiseta branca e jaqueta de couro, um must!!!

O filme se passa em 1954, na cidade de Baltimore-EUA. Cry-Baby Walker é um garoto rebelde (ah, neto de Iggy Pop…No filme né?) que se apaixona por Allison Vernon-Williams, uma jovem rica e “careta” que, é óbvio, também é apaixonada por ele. Como Walker é considerado um delinqüente juvenil, a avó de Allison não quer ver a neta perto dele. Muitas aventuras, rockabilly e rebeldia. Diversão garantida!

Ed Wood

Este filme além de Johnny Deep estrelando, conta com a direção do mestre Tim Burton (não preciso dizer que também sou fã dele né?). Um ótimo filme que conta a história de um dos piores (maiores na minha opinião,por sua coragem e persistência) diretores de cinema de Hollywood: Ed Wood. Tim Burton fez com que o nome do diretor voltasse a fazer parte do mundo do cinema e do grande público, já que haviam esquecido dele há muito tempo. É um filme muito gostoso de ver, pois é todo em preto e branco e ambientado na clássica Hollywood. Contando as histórias do excêntrico diretor e sua relações com figuras fantásticas como  Bela Lugosi e Vampira, que trabalharam com ele em seus filmes, é possível perceber a paixão que ele nutria pelo cinema, mesmo sem muito talento. Ed Wood de Tim Buton é, no mínimo, inusitado.

Published in: on 29 de dezembro de 2009 at 10:52 pm  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

The URI to TrackBack this entry is: https://misslittlecherry.wordpress.com/2009/12/29/ele-e-o-cara/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: