*Man Ray* – Gênio Como Este Nunca Mais

*Man Ray em 1934*

“Em lugar de pintar pessoas, comecei a fotografá-las, e desisti de pintar retratos ou melhor, se pintava um retrato, não me interessava em ficar parecido. Finalmente conclui que não havia comparação entre as duas coisas, fotografia e pintura. Pinto o que não pode ser fotografado, algo surgido da imaginação, ou um sonho, ou um impulso do subconsciente. Fotografo as coisas que não quero pintar, coisas que já existem.”

Essas palavras foram ditas por Emanuel Rudzitsky, mais conhecido como Man Ray, famoso fotógrafo norte-americano. Nasceu na Filadélfia no dia 27 de agosto de 1890 e, em 1897, mudou-se com a família para Nova York, mais precisamente para o Brooklyn, fato que seria decisivo para a sua carreira alguns anos depois.

*Fotografia de Man Ray*

Man Ray foi um artista completo: estudou arquitetura, engenharia, artes plásticas e fotografia. Foi em Nova york, em 1915, que conheceu o famoso pintor francês Marcel Duchamp,com quem fundou o grupo Dadá Nova-iorquino. Além do dadaísmo, Man Ray também flertou com outros movimentos como o surrealismo, fato que ocorreu depois de sua mudança para França, em 1921. Foi um dos grandes nomes da vanguarda artística na década de 1920. Apesar de ser apaixonado pela pintura, seu grande mérito foi com a fotografia. No início de sua carreira, Man Ray passou a  trabalhar com fotografia para financiar a paixão pela pintura, mas acabou se tornando um grande mestre da fotografia. Desenvolveu uma técnica chamada raiografia, onde criava imagens abstratas expondo objetos à luz, colocados sobre papéis fotográficos. Outra técnica muito conhecida utilizada por ele é a solarização, que utilizava para inverter os tons  da fotografia.

Em 1940 Man Ray volta a morar nos Estados Unidos, mais precisamente na Califórnia, onde passa a ensinar as técnicas de fotografia desenvolvidas por ele. Retorna à França em 1946, onde passa o resto de sua vida e onde morreu, no dia 18 de novembro de 1976, com 86 anos.

Man ray foi um apaixonado pela arte como forma de expressão. Adorava a pintura, o desenho, a fotografia, a escultura e se utilizava de elementos cotidianos em suas obras. O trabalho deste mestre me fascina! Sou apaixona por várias de suas obras, mas a minha preferida é esta:

Acho essa fotografia maravilhosa e mais expressiva do que qualquer outra!

Além de toda a sua criatividade e de sua importância para o mundo da Arte, suas fotografias são de épocas deliciosas, como a década de 1920, já que Man Ray passou e fotografou várias décadas fantásticas.

Published in: on 12 de janeiro de 2010 at 1:44 am  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

The URI to TrackBack this entry is: https://misslittlecherry.wordpress.com/2010/01/12/man-ray-o-mestre-da-fotografia/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: