Autobiografia de *Johnny Cash*

Já expressei em um post anterior toda a minha admiração por este que é, na minha opinião, um dos maiores músicos e homem que o mundo já conheceu: Johnny Cash. Agora quero contar a novidade: Cash terá a sua autobiografia traduzida para o português. O livro está previsto para sair em novembro deste ano pela editora Leya. Já comecei a contagem regressiva!!!

Com certeza Johnny Cash tinha muita coisa para contar: Seus altos e baixos na carreira, seus grandes sucessos, as histórias de turnês com Elvis Presley e Jerry Lee Lewis, o vício em drogas, as tentativas de suicídio, o fundo do poço, o renascimento das cinzas,  o seu grande amor por June Carter, o seu encontro com Deus!!! Enfim, você ainda tem dúvidas que esta é uma biografia que vale a pena ser lida? Um homem conhecido como “The man in black”, que vivia de luto pelo sofrimento de outras pessoas pode nos ensinar muitas coisas sobre a vida.

Esta biografia, “Cash: The Autobiography”, foi escrita na década de 1990, quando Johnny ressurgia das cinzas novamente para ganhar as paradas de sucesso em todo o mundo. A primeira biografia “Man in Black”, é de 1976.

Trecho do Livro:

“Elvis certamente foi maltratado por eles (os guardiões da moralidade pública)… Ele ficava sentido com fofocas, rumores e mentiras. Era muito sensível e se feria com as histórias que contavam sobre ele estar sempre drogado. Pessoalmente, eu não entendia o por quê dessas pessoas dizerem aquilo nos anos 50. Naqueles dias, ele era a última pessoa no mundo que precisava de drogas. Tinha um nível de energia tão alto que parecia não ter fim, embora talvez seja por isso que as pessoas diziam que ele estava sempre alterado. De qualquer maneira, ele não era drogado e eu nunca vi usar nada que comprovasse isso, nem mesmo álcool. Ele estava sempre sóbrio em volta de mim. Era simpático, muito agradável. Um cara tão talentoso e carismático, tinha tudo que um artista queria ter, que eu acho que algumas pessoas simplesmente não aguentavam  e reagiam com inveja. É a natureza do ser humano, mas não deixa de ser triste”

Published in: on 23 de junho de 2010 at 3:25 am  Comments (6)  
Tags:

The URI to TrackBack this entry is: https://misslittlecherry.wordpress.com/2010/06/23/autobiografia-de-johnny-cash/trackback/

RSS feed for comments on this post.

6 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Olha que legal! Vamos á contagem regressiva juntas!!!!

    Eu vi o filme “Walk the Line” (Johnny e June) e adorei. Sou um pouco suspeita pra falar do Joaquin Phoenix pq acho ele um ator incrível. Gostei muito do filme, tomara que o livro tenha umas 500 mil páginas, rs!

    Bjo!

  2. Johnny foi do paraíso ao inferno. Era intenso, cantor maravilhoso. Apaixonado por June Carter, com quem viveu até o fim de sua vida, o guiou para longe do álcool e drogas. Joachin Phoenix, o interpretou no cinema. Encarnou Johnny.

  3. Autobiografia de *Johnny Cash*…

  4. Quando puder, conheça meu blog – totalmente dedicado a Johnny Cash!

    http://senhorcash.wordpress.com

    No facebook, procure por “Senhor Cash”.

  5. Houve tradução?

    • Oi Fran,

      Realmente não consegui retorno da editora. Tentei contato com eles para saber o que aconteceu, mas não obtive nenhum retorno! Abraço!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: