As *Pin-ups e a Guerra*

Não é novidade a importância das mulheres não apenas na segunda guerra mundial, mas como em todas as outras, inclusive nas atuais. Mas aqui vou falar um pouco das mulheres na segunda guerra mundial. Como sabemos, as mulheres sempre execeram o papel da dona de casa: Bom casamento, filhos, casa perfeita, tudo em harmônia para a sociedade conservadora. Mas, graças ao bom Deus, sempre existiram as excessões desde que o mundo é mundo não é mesmo? Mulheres modernas, à frente de seu tempo, fazendo coisas que chocavam a sociedade e mostrando que nós mulheres também somos capazes e inteligentes (acho que até mais que “eles”…rsrsrsrs). No período da guerra não foi diferente, mas desta vez, eles incentivaram a nossa participação. Com os homens na guerra, as mulheres foram recrutadas para fazer mil coisas: Enfermeiras para cuidar dos feridos, trabalhadoras na indústria bélica, dirigindo automóveis, tudo que fosse  possível para ajudar os filhos, os maridos, os pais, a sociedade a vencer a guerra.

Para isso foi feita uma intensa campanha de recrutamento:

A guerra sempre muda a rotina das pessoas de uma forma muito dura e para nós mulheres não foi diferente. Acostumadas com a vida de donas de casa, as mulheres se viram em uma situação onde teriam que mudar a rotina e aprender coisas novas e, para isso, foi necessário muita adaptação. A moda nesse período mudou drasticamente. Nada de vestidos apertados e sapatos de salto, era necessário dirigir, andar de bicicleta, se adapatar a vida nas indústrias. Mesmo assim sempre damos um jeitinho para continuarmos belas e vaidosas não é mesmo??

Desde a primeira guerra se tornou comum o uso de peças masculinas como calças, sapatos mais confortáveis, macacão e  lenço no cabelo para as fábricas, vestido mais soltos e de tecidos mais baratos, tudo para facilitar a correria do dia-a-dia.

Como todos foram muito influênciados por este momento, os artistas não ficaram de fora. São muito comuns as imagens desta época que retratam a guerra, principalmente entre os artistas de pin-ups:

Curiosidade: Antigamente as mulheres não viviam sem a nossa querida meia-calça. Por motivos de fabricação, já que na época não existiam as máquinas circulares que hoje em dia fazem as meias sem costura,  elas tinham uma risca átras, que era onde ficava a costura. No período da guerra, a maioria das mulheres não tinham condições de comprar meias de nylon, fosse para falta de dinheiro para coisas supérfluas (comparado com comida e medicamentos…) ou pela escassez do material de fabricação das meias, que agora ia para a fabricação de itens da guerra. Sendo assim, elas passaram a riscar a perna átras, para parecer o risco da meia e parecer que estavam com meias. Foi dái que veio a minha inspiração para a minha última Tattoo.

Rosie the Rivet

Esta  figura sem dúvida se tornou a personificação da mulher trabalhadora da década de 1940, que demonstrava força, feminilidade e beleza!!!

Ainda hoje a temática da guerra nos serve de inspiração para o figurino pin-up:

Isso sem contar o surgimento das pin-ups que tem tudo a ver com a guerra e os soldados… mas já falamos disso aqui.

Published in: on 23 de outubro de 2010 at 10:01 pm  Deixe um comentário  
Tags: , ,

The URI to TrackBack this entry is: https://misslittlecherry.wordpress.com/2010/10/23/as-pin-ups-e-a-guerra/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: