A MINHA Opinião Sobre a Virada Cultural

Antes de iniciar este post, gostaria de esclarecer dois pontos:

1 – Todas as opiniões retratadas aqui são minhas (por isso as letras garrafais no título), baseadas em experiências próprias.

2 – O assunto Virada Cultural não tem nada a ver com o tema do Blog, que se baseia na cultura retrô e nas Pin-ups. Mas eu realmente quero dar a minha opinião sobre, e como o espaço do facebook é reduzido, farei isso aqui!!!

Bom, todo mundo já conhece a VIRADA CULTURAL . O Evento foi uma iniciativa da prefeitura de São Paulo em 2005 que acabou contagiando outras cidades e estados.  A princípio a ideia era ótima: Centenas de espetáculos culturais acontecendo na cidade durante 24 horas ininterruptas, tudo de graça. E são espetáculos mesmo: grandes palcos montados em vários pontos, atividades acontecendo em todos os lugares, para que o maior número de pessoas participe. Some a tudo isso o fato de esta cidade ser São Paulo, lugar bem estruturado (na teoria) e que conta com uma diversidade imensa (o que é fantástico) de pessoas, de lugares, de gostos. Na virada não podia ser diferente. Temos teatro, dança, orquestra, rap, rock, samba, forró e, realmente, ótimos artistas se apresentando para um imenso público. Mas a questão é, quem realmente aproveita a Virada Cultural?

São Paulo é um dos pólos culturais mais importantes do Brasil. Todos os dias, o tempo todo, acontecem milhares de atividades culturais, algumas absurdamente caras, focadas na elite, mas a maioria delas à preços populares e porque não de graça?  São milhares os Centros Culturais que pipocam na cidade e fica até difícil de escolher o que fazer. Não estou generelizando (impossível fazer isso né?), mas a impressão que tenho é que a maioria das pessoas que saem de casa para a Virada, só vão em atividades culturais uma vez por ano, só no dia da virada…

Nos primeiros anos, dava para perceber que era mais tranquilo circular, muitas pessoas não acreditavam no evento e que daria certo,  mas o número de ótimos eventos acontecendo ao mesmo tempo chamou a atenção. Só que como aqui tudo vira bagunça, a VIRADA CULTURAL virou também. Agora as pessoas vão para bagunçar. Novamente sem generalizar, porque conheço muita gente que realmente adora cultura e que se programa para tentar ver o maior número de shows possível, incluindo vários amigos meus que realmente se divertem. Talvez a minha opinião tenha uma explicação, ou algumas. A primeira de todas é: eu odeio bagunça! Evito ao máximo me enfiar no meio de muita gente: Balada hiper lotada, ônibus e metrô em horário de pico, shopping no final de semana, carnaval e fim de ano no litoral. Fujo de tudo isso com muito prazer, sendo assim como poderia gostar de virada Cultural né?

E ainda tenho outras explicações…. Sempre tive problemas nos dias de Virada Cultural. Desculpem, sou péssima com datas, mas vou narrar os fatos ocorridos:

1 – Em um dos anos, não me recordo se em 2006 ou 2007, eu estava trabalhando e sai às 22hs. Na época descia no centro para pegar o metrô. Me esqueci completamente da Virada Cultural. Quando desci do ônibus e fui no sentido do metrô na Sé o susto: A praça LOTADA para o show dos racionais!! Pensei: Droga, sou uma burra mesmo! Passei pelo meio do povo (não tinha jeito de contornar porque não havia espaço para isso) e o de se esperar, um monte de gente bêbada, caída e que não faziam a mínima ideia de onde estavam. Levei quase 30 minutos para atravessar a multidão. Na hora do show rolou uma confusão imensa e dei graças a Deus por não estar lá no meio.

2 – Outra Virada, desta vez me lembro o ano: 2009. A mesma situação, saindo do trabalho às 22h do sábado. Mas dessa vez tinha que descer no Vale do Anhangabaú para pegar o metrô. No ônibus do Morumbi ao centro já começou o efeito Virada Cultural: Um monte de gente bagunçando, várias garrafas pet com bebida dentro, uma gritaria infernal, quando tudo que eu queria era sentar no ônibus e descansar de um longo e chato dia de trabalho. Descendo no terminal Bandeira o trasntorno continua. Na mesma época, o tatuzão, equipamento que perfura a terra para a construção do metrô estava passando na linha vermelha. Algumas estações não funcionavam naquele fim de semana, o que todo mundo que mora em São Paulo sabe que gera o caos. Pois bem, estou eu subindo as escadas com um monte de moleques bêbados cantando coisas desconexas e jogando bebida um no outro. Resultado óbvio: Molharam todo mundo que estava em volta, inclusive eu!!! Já foi o suficiente para me deixar super animada com a virada.

3 – A mais recente, 2010. Dessa vez não estava trabalhando até tarde. Pensei mil vezes e cheguei à conclusão de que queria ver alguma atração da Virada para desmestificar a raiva criada pelo evento. Chamei uma amiga e resolvi que queria ver o show dos ZUMBIS DO ESPAÇO (banda que adoro) que ia rolar no Sesc Vila Mariana. A ida foi meio conturbada, já que estava tudo muito cheio, mas curti muito, pois sendo dentro do Sesc, a segurança é maior e eles são ótimos. Saímos de lá por volta da 1h da manhã e pensamos: E agora? Bom, vamos para uma balada, já que não quero ficar na Virada Cultural. A escolhida foi o Autobahn, no Hotel Cambridge, Anhangabaú. Ao chegar lá senti novamente o efeito VIRADA CULTURAL. Tinha um palco de música eletrônica montado ao lado do metrô e a cena era surreal: O palco ficava na parte mais alta, e a música rolava a todo vapor com muitas luzes acompanhando. Parecia cena de filmes de zumbi. 90% da pessoas astavam bêbadas ou drogadas e, como já tinham derrubado de tudo no chão que é de paralelepipedo, tudo ficou muito escorregadio. Elas andavam desnorteadas e escorregavam sozinhas, dando risada quando caiam. Sem contar que várias transitavam de um lado para o outro, agarrando no meu braço, falando coisa com coisa…. Me senti em um filme de terror com vários zumbis me cercando, a cena era exatamente essa:

Virada Cultural 2011 - Anhangabaú

Bom, realmente não tive boas experiências. Todo ano pego a programação, marcando todos os shows que gostaria de ir e foram muitos, mas infelizmente não deu. Tenho certeza que não teria conseguido curtir nada no meio de tanta bagunça. A maioria das pessoas não vão assitir os shows, mas sim bagunçar, beber, roubar, encher o saco de quem vai realmente para curtir. É comum ver o artista se apresentando e as pessoas circulando de um lado para o outro, sem nem ouvir o que se passa no palco. E esse ano foi ainda mais frustrante né? Quase cai para trás quando vi a programação do palco Júlio Prestes: Slim Jim Phantom (Stray Cats) acompanhado do Henry Paul Trio, The Misfits (MORRIIIIIIII) e Voodoo Zombie. Fiquei desesperada para ir, mas me contive e achei melhor ir para casa! Resultado? Tomei a decisão certa:

Show do Misfits na Virada Cultural

Show do Misfits na Virada Cultural

 É bem provável que quem ler este post e não me conhece, com certeza achará que sou uma chata e conservadora! Ledo engano… Odeio pessoas conservadoras e que zelam pelos “bons costumes” de maneira hipócrita. Adoro beber e me divertir, mas faço isso com segurança e sem prejudicar ninguém. Não preciso sair por ai com uma garrafa de vodka debaixo do braço para parecer que sou Cool! Com certeza muitas pessoas possuem opiniões diferentes da minha e tiveram ótimas experiências, o que acho ótimo! Ainda é possível participar deste grande evento de forma segura, pois muitos dos shows acontecem em lugares com menos público e áreas seguras.  Mas realmente, VIRADA CULTURAL não é para mim…

Published in: on 17 de abril de 2011 at 9:47 pm  Comments (6)  
Tags:

The URI to TrackBack this entry is: https://misslittlecherry.wordpress.com/2011/04/17/a-minha-opiniao-sobre-a-virada-cultural/trackback/

RSS feed for comments on this post.

6 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Bom gostaria de falar que sou bh”belo horizonte” e estive na virada cultura desse ano pra ver Slim Jim Phantom , Misftis e um dos melhores show que ja vi Los Straitjackets não tive problema nem um em nem um dos shows que fui e vi muito pelo contrario foi um final de semana perfeito de festa cerveja e boa musica agora um ou dois fatos isolados não podem desanimar as pessoas que vão la pra se divertir …

    • Viu só? Por isso que é bom ouvir outras opiniões, porque muitas pessoas curtiram e muito a virada, o que acho ótimo, nem tudo está perdido😀

  2. Parece que você não viu e não gostou.

  3. Virada cultural que de cultural não tem nada… só drogas, bebidas e lixo, cruzes!!!

  4. Eu odeio a virada cultural, sou morador da Bela Vista e neste exato momento está rolando uma balada na porta do meu apartamento e é impossível dormir, domingo irei trabalhar enquanto outros se divertem. A virada cultural é péssima, pra que fique claro é como se fizessem uma baita bagunça na porta da sua casa.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: