“Nós Que Aqui Estamos Que Por Vós Esperamos”

Sempre achei esta frase muito forte e verdadeira! Não me lembro a primeira vez que a ouvi, mas tenho certeza que faz muito tempo. Uma frase típica de cemitérios, e nada mais normal, já que os que estão lá realmente esperam os que estão aqui não é mesmo?

E esta semana me surpreendi: As aulas de jornalismo este semestre realmente estão difíceis: Professores chatos e enrolões, expectativas frustradas, já que achei que as aulas de história contemporânea e fotografia seriam o máximo! Junte à tudo isso acordar às 5h da manhã e uma sala cheia de gente chata (é verdade, estou sendo legal até…). mas daí eis que surge uma luz, a mesma professora chata aparece com um documentário fantástico que até então eu não havia tido o praze de ver:

“Nós que aqui estamos  por voz esperamos”

Lançado em 1999 e dirigido por Marcelo Masagão, é uma obra-prima e merece toda atenção! Encontrei uma sinopse na internet que resume exatamente o que eu gostaria de explicar sobre ele:

“O diretor dá uma volta ao mundo passando por guerras, dirigindo o olhar para a conseqüente banalização da vida e da morte. Aborda a industrialização do mundo – ou das partes que passaram pelo processo de modernização industrial – trata da alienação dos trabalhadores que se transformaram em peças da engrenagem capitalista. Mostra regimes totalitários, religiões, em suma, humaniza e contextualiza a história do século passado.

Masagão fala da mudança nas formas de comunicação após o advento do telefone, da energia elétrica, do rádio. Mostra a evolução da independência feminina ao longo do século, a produção em série de utensílios domésticos e carros.”

Fonte: Spiner

O documentário é fantástico e mostra, através de imagens do século XX, a evolução social, política e economica da humanidade! É lindo, super poético! A forma como são contados os fatos da história, através de imagens que devem ser interpretadas, com a ajuda de algumas legendas que auxiliam o entendimento. Sem contar que todo o documentário é baseado no trabalho do escritor Eric Hobsbawn, uma referência em estudos socias, autor do livro “Era dos Extremos”, que serviu de base para o documentário brasileiro.

E esta é a minha parte preferida:

Published in: on 4 de março de 2011 at 10:46 pm  Comments (3)  
Tags: , ,

*HOT ROD WORLD*

Depois de muito trabalho, nosso documentário finalmente ficou pronto! Foram quatro meses de pesquisas, entrevistas, gravações, problemas, já que a faculdade perdeu metade do nosso documentário e tivemos que gravar tudo de novo. Foi muito complicado para conseguir tempo para falar com os nossos entrevistados! Gravamos, fizemos o roteiro, editamos… Falamos com pessoas maravilhosas que nos ajudaram demais e nos deram muita força:

Thiago Zilio, Larissa Grecco, os meninos do Crazy Legs Caio, McCoy e Sonny, Marcelo Lobão, Márcio Brandini, Eder do Shake Baby, Ricardo Kruppa, Fernando Oliveira, João Gilberto, Fernando Fernandes, Eliane Basso!!! Muito obrigada à todos que participaram, à todos que gravaram mais de uma vez, aos amigos e familiares que deram força para gente e que participaram deste projeto. Ele saiu e, cá entre nós, ficou maravilhoso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Foi muito gratificante fazer um documentário sobre algo que amo: Carros antigos, principalmente o universo Hot Rod e da Kultura Kustom! Aprendi coisas novas, conheci pessoas bacanas demais e foram vários os momentos inesquecíveis, Afinal, é isso que conta né? Tenho certeza que despertamos a paixão pelos carros em muitas pessoas, o que me deixa muito feliz!

Isto é só uma prévia. Muito em breve o vídeo estará disponível para todos… Coming in the next Soon………. 😀

Arte da capa by Miss Vanilla

Published in: on 7 de dezembro de 2010 at 2:54 am  Comments (6)  
Tags: , ,

“We All Want to Be Young”

Assisti a este documentário na faculdade e amei, é ótimo (e olha que eu estava de mau humor :D)! Ele fala de várias fases da juventude, começando lá nos anos que tanto amamos, passando por várias décadas, até chegar na nossa era (meio sem graça mas cheia de novidades tecnológicas e comportamentais entre os joves), a chamada geração Y. Um estudo sobre comportamento jovem e consumo.

“We All Want to Be Young” é curto e direto, mas mostra tudo o que representou e ainda representa a juventude. Além de várias personalidades que mudaram a história da humanidade,  todos jovens…

Published in: on 20 de novembro de 2010 at 3:26 am  Comments (1)  
Tags: , ,